Severina

lançamento: 14 de junho de 2024
composição: Hyggo Almeida
interpretação: Isis Queiroga

“Severina” é um xote-canção sobre o amor eterno, com sotaque nordestino.

A música tem um arranjo ornado pela sanfona, acompanhada de elementos de percussão típicos do xote nordestino. A voz é protagonista… dando um tom romântico e, ao mesmo tempo, saudoso.  

A letra fala sobre o amor sólido, forjado na dificuldade mas com muito respeito, cumplicidade e afeto. Uma amor que cresce e permanece além da vida…  

“Severina”, uma composição de Hyggo Almeida, foi lançada em junho de 2024. A música é interpretado por Isis Queiroga, com sua voz forte e interpretação marcante.  

Ouça “Severina” em todas as plataformas. Videoclipe no canal do agah no YouTube.

ouça agora!

aprenda a cantar e tocar

Severina
(Hyggo Almeida)

A minha sina foi viver pra procurar
um dengo pra chamar de meu
Pra todo santo eu rezei até encontrar
o grande amor que Deus me deu

Um dia, passeando lerdo, devagar
achei a flor do bem querer
me encabulando, me enrolando pra falar
eu conheci você

Quem vai me dar, no rosto, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se declarar depois da missa matutina…
… só eu e tu, meu bem.

Joia tão linda, com um brilho no olhar,
nem demorou pra perceber
que eu só queria, feito um anjo, te guardar
e zelar por você

E mais um dia, mais um ano sem cessar
Juntei meu pouco pra render
te admirando, te esperando no altar
eu recebi você

Quem vai me dar, na boca, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se lambuzar depois do breu da lamparina…
… só eu e tu, meu bem!

Deságua a vida feito o rio para o mar
tempo vai, mesmo sem querer
e a cada brisa foi chegando em nosso lar
o medo de perder

Um dia, me afastando lerdo, devagar
notei seu rosto entristecer
mesmo chorando, me implorando pra ficar
eu parti sem você

Quem vai me dar, no sonho, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se amar depois que a vida fechar a cortina…
… só eu e tu, meu bem!

Reproduzir vídeo

papo de compositor

“”Eu compus ‘Severina’ em 2024!

Hyggo Almeida
compositor da música

papo de intérprete

“A oportunidade de interpretar ’Severina’ me transportou pras minhas origens e me fez imergir no imaginário sertanejo em que, apesar das dificuldades, o amor, a coragem e a resiliência se fazem sempre presentes.

‘Severina’ narra essa conexão firme e sincera entre duas pessoas, que segue para além da vida. Sempre será um privilégio para mim cantar histórias do meu lugar!”

Isis Queiroga
intérprete da música

ficha técnica

Composição (letra e música)
Hyggo Almeida

Interpretação
Isis Queiroga

Arranjos e instrumental
Pedro Haus, Romero Coelho, Roninho do Acordeon

Gravação de áudio
PuxadoLab, Duailibe

Edição de áudio
Pedro Haus

Mixagem e Masterização
Romero Coelho, PuxadoLAB

Captação e edição de vídeo
Mingareli Filmes

Produção /Produção executiva
agah

Local de gravação do videoclipe
GardBeer, João Pessoa, Paraíba.

Severina

lançamento: 14 de junho de 2024
composição: Hyggo Almeida
interpretação: Isis Queiroga

Reproduzir vídeo

“Severina” é um xote-canção sobre o amor eterno, com sotaque nordestino.

A música tem um arranjo ornado pela sanfona, acompanhada de elementos de percussão típicos do xote nordestino. A voz é protagonista… dando um tom romântico e, ao mesmo tempo, saudoso.  

A letra fala sobre o amor sólido, forjado na dificuldade mas com muito respeito, cumplicidade e afeto. Uma amor que cresce e permanece além da vida…  

“Severina”, uma composição de Hyggo Almeida, foi lançada em junho de 2024. A música é interpretado por Isis Queiroga, com sua voz forte e interpretação marcante.  

Ouça “Severina” em todas as plataformas. Videoclipe no canal do agah no YouTube.

ouça agora!

aprenda a cantar e tocar

Severina
(Hyggo Almeida)

A minha sina foi viver pra procurar
um dengo pra chamar de meu
Pra todo santo eu rezei até encontrar
o grande amor que Deus me deu

Um dia, passeando lerdo, devagar
achei a flor do bem querer
me encabulando, me enrolando pra falar
eu conheci você

Quem vai me dar, no rosto, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se declarar depois da missa matutina…
… só eu e tu, meu bem.

Joia tão linda, com um brilho no olhar,
nem demorou pra perceber
que eu só queria, feito um anjo, te guardar
e zelar por você

E mais um dia, mais um ano sem cessar
Juntei meu pouco pra render
te admirando, te esperando no altar
eu recebi você

Quem vai me dar, na boca, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se lambuzar depois do breu da lamparina…
… só eu e tu, meu bem!

Deságua a vida feito o rio para o mar
tempo vai, mesmo sem querer
e a cada brisa foi chegando em nosso lar
o medo de perder

Um dia, me afastando lerdo, devagar
notei seu rosto entristecer
mesmo chorando, me implorando pra ficar
eu parti sem você

Quem vai me dar, no sonho, um beijo, Severina?
Será que é tu, que tu me tem?
Se amar depois que a vida fechar a cortina…
… só eu e tu, meu bem!

papo de compositor

“”Eu compus ‘Severina’ em 2024!

Hyggo Almeida
compositor da música

papo de intérprete

“A oportunidade de interpretar ’Severina’ me transportou pras minhas origens e me fez imergir no imaginário sertanejo em que, apesar das dificuldades, o amor, a coragem e a resiliência se fazem sempre presentes.

‘Severina’ narra essa conexão firme e sincera entre duas pessoas, que segue para além da vida. Sempre será um privilégio para mim cantar histórias do meu lugar!”

Isis Queiroga
intérprete da música

ficha técnica

Composição (letra e música)
Hyggo Almeida

Interpretação
Isis Queiroga

Arranjos e instrumental
Pedro Haus, Romero Coelho, Roninho do Acordeon

Gravação de áudio
PuxadoLab, Duailibe

Edição de áudio
Pedro Haus

Mixagem e Masterização
Romero Coelho, PuxadoLAB

Captação e edição de vídeo
Mingareli Filmes

Produção /Produção executiva
agah

Local de gravação do videoclipe
GardBeer, João Pessoa, Paraíba.